Aos Mestres, com carinho!

Aos Mestres, com carinho!
Drummond, Vinícius, Bandeira, Quintana e Mendes Campos

segunda-feira, 20 de janeiro de 2014

O que sangra...



Encontrei no excelente Spiritus



Há volúpia, sangramento...

Um devir em você.

Você em brumas... Distante.

Há volúpia, sangramento...

Há um devir em você.

Você em brumas... Longínqua.

Como sereno na tarde que se esvai.

Serena é a minha volúpia por ti.

E, entre sangramento e brumas,

A tarde se esvai de mim

E, em mim, a bruma...

E, em mim, a tarde que se esvai...

E, em mim, o que sangra...