Aos Mestres, com carinho!

Aos Mestres, com carinho!
Drummond, Vinícius, Bandeira, Quintana e Mendes Campos

quinta-feira, 9 de janeiro de 2014

CRIAÇÃO DO POEMA



  
Da inspiração,

após vencida a preguiça e a rotina,

vem o borrão.



A inspiração é um insight,

uma idéia, um relâmpago

que fotografa através da memória,

no papel, letra corrida,

o corpo do poema.



Próximo passo: a gaveta.



Que o poema amadureça.



Após a emoção:

o trabalho, a lapidação.



A inspiração cria o poema,

como a natureza o diamante.

O trabalho lapida o poema,

como a mão a pedra.

(Itárcio Ferreira)