Aos Mestres, com carinho!

Aos Mestres, com carinho!
Drummond, Vinícius, Bandeira, Quintana e Mendes Campos

domingo, 23 de março de 2014

Transávamos debaixo dos lençois

*Imagem e biografia em Interpoética


Transávamos
debaixo dos lençóis
Luz apagada
Língua colada
no travesseiro

No espasmo
A sensação
de ter partido prá luta


Hoje se vê
que a nação desenvolve
a mesma política da
era colonial
e como dois amigos
que fenecem juntos
não nos importamos
com a decadência
um do outro

(França)

******

França

Fumamos maconha juntos, em Olinda alta – dizíamos bonconha – eu, o poeta aleijado; França, Europa e Bahia, e o poeta Paper, compositor, filósofo e amigo. Conhecemo-nos no bar de Carlinhos Granja, onde fui levado por Erickson, para onde confluíam as boas almas e os loucos da cidade. Quem vive ainda?

De “Cafuné”, que pescamos em Interpoética:

“À MORTE – por ser imortal,
Ergo um brinde, dizendo:
À NOSSA VIDA!
e ela responde ofendida:
NÃO ME ESCAPARÁS!”

(Itárcio Ferreira)

******

Postagem programada - blogueiro de férias - 06/03 a 04/04/14.