Aos Mestres, com carinho!

Aos Mestres, com carinho!
Drummond, Vinícius, Bandeira, Quintana e Mendes Campos

sábado, 23 de novembro de 2013

Uma homenagem ao Poeta Carlos Maia: Já fui andorinha, pardal... - Poeta Carlos Maia


Pessoal, o poeta Carlos Maia estará comemorando seu aniversário de meio século hoje, dia 30/07/09, a partir das 15 horas, no Mercado da Boa Vista, no bar "O Escritório", de Maysa. Esperando pelos convidados uma feijoada para 60 pessoas.

Infelizmente não poderei ir, por problemas de saúde, uma depressão que teima em não me largar.

Deixo aqui os meus parabéns ao Los Maia e que ele continue nos premiando com sua alegria, seus poemas e suas performances declamatórias.

Carlos Maia tem um blog:
http://poetacarlosmaia.blogspot.com.
Posto aqui um poema de Maia, tantas vezes recitado no Quitanda Vinil, do amigo Carlos Granja, e extraído do livro “Lamentos de 

uma estrela”, de 1999:

(Itárcio Ferreira)


Já fui andorinha, pardal,
Falcão, gaivota e águia.
Já fui Cipreste no sul
Do Líbano.
Coqueiro
Em Arraial-da-Ajuda,
Hoje eu sou um homem
Voando em espantosa velocidade
Pelos confins do Universo
Sou um Pássaro,
Sou um homem,
Sou tantos e ao mesmo tempo
Nenhum.
Em que banco
De ônibus
Ficou perdida
A minha identidade?

Carlos Maia, no blog Memória das Pedras
Janeiro/99