Aos Mestres, com carinho!

Aos Mestres, com carinho!
Drummond, Vinícius, Bandeira, Quintana e Mendes Campos

quarta-feira, 20 de maio de 2015

ONANISMO



Por que sentimos
às vezes
que o amor mais completo
é quando somos
amante e amado,
sujeito e objeto?

Será por que nos conhecemos
tão certo?

Ou por que nos falta
escolha,
afeto?