Aos Mestres, com carinho!

Aos Mestres, com carinho!
Drummond, Vinícius, Bandeira, Quintana e Mendes Campos

quarta-feira, 11 de fevereiro de 2015

PURIFICAÇÃO

Por que a desenfreada busca
Da poesia? 

Por que a espreito de meu esconderijo?

Caço-a como bicho raro?

Faço-lhe graças, acenos, caprichos
e desejos como um escravo,
se há prazeres mais fáceis,
mais intensos?

Por que não o vício do ópio,
o sexo, a política
ou qualquer outro desejo
imediato?