Aos Mestres, com carinho!

Aos Mestres, com carinho!
Drummond, Vinícius, Bandeira, Quintana e Mendes Campos

segunda-feira, 26 de abril de 2010

DA CRIAÇÃO



O poeta amou sobre o papel.
E seu pênis era como uma esferográfica,
e seu esperma como tinta.

Alguns minutos de gestação:
o poema nasceu com cara de triste,
com cara de anjo,
com cara de safado,
com cara de fome.

E assim houve festa, júbilo.


(Itárcio Ferreira)