Aos Mestres, com carinho!

Aos Mestres, com carinho!
Drummond, Vinícius, Bandeira, Quintana e Mendes Campos

quarta-feira, 28 de abril de 2010

COITO



Minha língua esmaga tua língua,
falam de amor,
falam de sede.
E nos entendemos,
e nos esmagamos.

Teus seios são dois pudins,
tenho fome
e os como.

Tu também tens fome
e me comes.

Minhas mãos te exploram
e tu entendes,
e te contorces,
e me exploras,
e me contorço.

Meu nariz te cheira
e fico tonto.

Tu me cheiras e gemes,
e te abres,
e me esperas.


(Itárcio Ferreira)