Aos Mestres, com carinho!

Aos Mestres, com carinho!
Drummond, Vinícius, Bandeira, Quintana e Mendes Campos

quarta-feira, 31 de agosto de 2016

AS CORES GALDINAS, Poema de Itárcio Ferreira


Vi tuas cores:
Psicodeliquei!
Haviam ali todas as flores?
Não vi fantasmas de pássaros,
Nem borboletas de vidro.
Apenas teus sorrisos.
Um ninho:
O verde dos olhos e
O vermelho do vinho.
Qual as cores da forma?
Serão as mesmas do delírio?
Os versos do poema
Deslizam na foto:
O amor em cores.
Os signos não são o real?
Existe alguém,
Nina, que não se
Apaixone pelo arco-íris
Neste teu planeta verde
E vermelho?